O estudante Leandro Tisseu Forcino, de 16 anos, terminou o ensino médio com apenas 16 anos e já ingressou direto no curso superior, sendo aprovado no curso de medicina veterinária de uma instituição particular em Araçatuba. Ele conseguiu se formar com apenas 16 anos porque desde pequeno estava adiantado na série escolar, tendo idade abaixo da média dos colegas de classe. A mãe do adolescente, a coordenadora pedagógica Sílvia Helena Tisseu Forcino, explicou que quando ele estava no Pré I, a escola tinha poucos alunos e para interação e socialização, realizava uma série de atividades em conjunto com crianças do Pré II.

Ao final do ano, a professora percebeu que Leandro estava pré-alfabetizado e em condições de acompanhar os alunos que iriam para o 1º ano. Para isso, ele iria pular uma etapa e a família concordou, tendo em vista que o menino estava com o mesmo nível de aprendizado das crianças que iriam para a primeira série. Leandro então pulou uma etapa e sempre teve acompanhamento de perto, da mãe, que pé profissional da área da educação. Ela disse que sempre acompanhou e estimulou o filho em casa, e se percebesse qualquer déficit no aprendizado, não teria dúvidas em regredí-lo de série, o que não foi o caso. “Eu sempre acompanhei de perto e percebi que ele estava se desenvolvendo normalmente, aí chegou uma hora que não me preocupei mais”, explicou Sílvia, cujo filho sempre estudou em escola particular. Leandro, que tem dois cachorros e um gato, disse que sempre gostou de animais e sempre teve a pretensão de ser médico veterinário.

Como tem uma faculdade na cidade onde ele já residia com a família, não optou por prestar o vestibular em outra localidade, e conseguiu ser aprovado em sua primeira tentativa. Ele disse que pretende ser um profissional muito dedicado e vai aproveitar sua formação prematura para fazer especializações e pós-graduações em sua área.